Sábado, 3 de Janeiro de 2009

2/02/09 «3

Emudeceste a minha fala, que queria falar só porque às vezes o silencio não é bom augurio, mas percebi que nao havia silêncio mais delicioso.
Vestiste-me de princesa, coroaste-me rainha, mas eu estava nua e
só a minha alma se pôde revestir de ti.

Tocaste-me o corpo e já não havia espaço, nem limite entre o teu toque e a minha pele, foste vento, agitas-te o meu corpo que como uma pena voou pelo céu, ondolou e enrugou de prazer.

Com os teus braços, abraçaste-me um abraço de fogo e toda eu ardi, torturada com malicia, como se o teu calor sobre mim serpenteasse, delirante do meu anseio em te receber todo.

Os teus olhos espelham a minha vontade que me devores e me ames da mesma forma, o meu peito adormeceu no teu sorriso, em dimensões sem dimensão, de palavras desnudadas, que desejam tanto como eu esse encanto só teu.

Ali eras tu, o testemunho dos meus sonhos, com as minhas pernas abertas, como fugitivas do mundo, pediam para que me envolvesses. Ai desvendavas os meus segredos, mas mantias-me misteriosa de alguns, que mesmo sabendo deixavas para mim. Empurravas-me contra a parede que transpirava comigo, e usavas-me não como um objecto, que me senti outras vezes, mas como a metade que te faltava e ai entravas em mim, como quem penetra a alma, a acolhe, e possuis-me dando-me o sentido de completo, que sem mim não consegues.

Eu equilibro-te na minha boca, percorro-te, num caminho sem encruzilhadas, livre sem escolhas, tento não cair, tento não ficar tentada em que te esvaias na minha lingua, como um fruto que rebenta e oferece o seu sumo a quem o consumir.
Tento manter-te assim no prazer suspenso, estou quase no meu limite...
Olho o mundo lá fora e nada me parece igual, a saudade que fazia de mim escrava da tua ausência, numa necessidade mais feroz do que quem se diz selvagem, necessidade de ti.

E queria esta noite para sempre, desejava a tua presença permanente no meu corpo quando sei que enquanto durmo, só tu vagueias pelo meu interior e as minhas palpebras abrem, mesmo no sono mais profundo, e rebolo na cama, num movimento furioso, agarro, mordo, e grito muda, por te ter todas as noites...



1:45h :$


 


publicado por Leticia às 15:46
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Verα a 3 de Janeiro de 2009 às 16:13
Tenho uma coisinha no meu blog, para ti. :)
Beijinho.


Comentar post

.A Wendy :)


. ver perfil

. seguir perfil

. 19 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Posts recentes

. Fim de mim.

. Tu não tens noção !

. Um desabafo

. A nossa oportunidade 7/11...

. Saudade

. 21-07-09 :D

. Amanhã vais ..

. Oh yes. Just fuck me !

. !

. Gravidez (?)

. Prazer

. Amor

. Agora mando eu .l.

. @$&(*&^%\]

. # só eu

.Arquivos

. Outubro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

.tags

. todas as tags

.Favoritos

. Última Deixa.

. Diário...01/06/07

SAPO Blogs

.subscrever feeds